Passageiros embarcam na ponte aérea da TAP | Foto: Giuliana Miranda
Passageiros embarcam na ponte aérea da TAP | Foto: Giuliana Miranda

Lançada em maio de 2016, a ponte aérea entre Lisboa e Porto da TAP liga as duas principais cidades de portugal em menos de uma hora de voo, com preços a partir de 29€.

São 16 voos diários. A partir do Porto, há viagens entre as 05h50 e as 21h30. Saindo de Lisboa, os voos são entre as 07h05 e as 22h35.

A principal vantagem da ponte aérea é o tempo mais curto de viagem —de carro ou de trem (comboio) são quase três horas de deslocamento— a um preço competitivo, especialmente quando os bilhetes são reservados com alguma antecedência em relação à data do embarque.

Avião da ponte aérea entre Lisboa e Porto | Foto: Giuliana Miranda
Avião da ponte aérea entre Lisboa e Porto | Foto: Giuliana Miranda

Os voos são normalmente feitos em aviões ATR72 com capacidade para 70 pessoas. Nas horas de maior movimento, porém, a TAP pode deslocar aviões maiores, como o Airbus A320 ou o Embraer 190, que também compõem sua frota.

Uma vantagem da ponte aérea da TAP —em relação à Ryanair, que também oferece viagens entre Lisboa e Porto, mas com menos saídas diárias— é o espaço de check-in dedicado e o direito a uma fila express para passar pelos procedimentos de segurança. Considerando a lotação dos aeroportos portugueses nos meses de verão, esse detalhe é uma mão na roda de quem não chega com tanta antecedência.

Quem faz o check-in pelo aplicativo da TAP no celular não precisa nem imprimir o bilhete para embarcar, bastando usar o QR Code gerado.

Outro ponto interessante para quem tem o aplicativo é a função “Quiosque”, disponibilizada neste e em outros voos da aérea portuguesa. Basicamente, há uma ampla seleção de jornais e revistas —de Portugal, do Brasil e de outros países— que podem ser baixados diretamente no telefone ou no tablet.

Aplicativo da Tap permite baixar jornais e revistas para ler na viagem | Foto: Reprodução
Aplicativo da Tap permite baixar jornais e revistas para ler na viagem | Foto: Reprodução

Assim, dá para aproveitar a viagem para colocar a leitura em dia.

A minha experiência

Já fiz o trajeto na ponte aérea algumas vezes nunca sofri com atrasos ou grandes problemas. Como tanto os aeroportos do Porto e o de Lisboa têm ligação direta com o metrô e são relativamente próximo do centro da cidade, o deslocamento é bastante simples.

Nos meses de primavera e verão, é servida uma opção de bebida e ainda um sorvete (gelado, em português de Portugal). Nos demais, há uma opção de bebida ou smoothie.

Nos meses mais quentes tem um sorvete muito bom | Foto: Giuliana Miranda
Nos meses mais quentes tem um sorvete muito bom | Foto: Giuliana Miranda

O acúmulo de milhas no programa TAP Victoria —cerca de 250 por trecho— é baixo se comparado, por exemplo, com a ponte aérea Rio-São Paulo.

Um ponto negativo, pelo menos nas vezes em que eu viajei, foram as muitas escadas, tanto no desembarque como no embarque no aeroporto Sá Carneiro, no Porto. Como o avião é menor e mais baixo do que a maioria dos outros, os passageiros saem na própria pista, ao invés de usarem o “finger” —aquela passarela estilo sanfona que costuma ser acoplada aos aviões.

O embarque é feito "a pé" mesmo | Foto: Giuliana Miranda
O embarque é feito “a pé” mesmo | Foto: Giuliana Miranda

Quando se viaja com bagagem de mão, ficar subindo e descendo escadas pode ser bem desagradável.

****

Mais Ora Pois!

Já conhece a página do Ora Pois no Facebook? Faça uma visitinha e fique sempre por dentro das atualizações.

O blog também está no Instagram: @orapoisblog. Por lá você encontra belas imagens e muitas dicas de Portugal.

 



Booking.com

Deixe uma resposta